Pesquisa Flecha Livros

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Lawrence Ferlinghetti, a poeta como notícia.

Lawrence Ferlinghetti, a poesia como notícia.
Lawrence Ferlinghetti grande poeta americano do movimento Beat figura central no movimento literário
que mudou a poesia nos Estados Unidos defende que a poesia pode ser lida como notícia.
Lawrence Ferlinghetti (1919 -) é um poeta Americano identificado com o movimento Beat. Embora tendo nascido em Nova York ele fez sua carreira como poeta em São Francisco, onde desempenhou papel fundamental no San Francisco Renaissance, a ala oeste do movimento Beat. Ele participou da fundação da editora e livraria City Lights Books, e foi preso em 1956 pela publicação de Uivo (Howl) de Allen Ginsberg. Todo o caso foi descrito por ele em “Horn on Howl”. Entre seus livros de poesia são: Coney Island of the Mind (1958); Starting from San Francisco (1961); Northwest Ecolog (1978);
Landscapes of Living and Dying (1980); Over All the Obscene B

oundaries (1986). A participação de Ferlinghetti no movimento Beat é bem conhecida pela sua ênfase na participação político e engajamento político do movimento Beat. Ele apoio ativamente a Revolução Cubana, bem como publicou diversos poemas sobre o assunto dentre eles o famoso “One Thousand Fearful Words for Fidel Castro”.
Para concluir esse texto, gostaria de reproduzir aqui um trecho de Ferlinghetti. Trata-se de seu discurso pronunciado em 1999 quando ele recebeu o premio de Poeta Laureado da Cidade de São Francisco (Cidade na qual ele vive por tantos anos) o trecho é o seguinte:
“How to get out of the poetry ghetto? The answer is obvious. Write poems that say something supremely original and supremely important, which everyone aches to hear, poetry that cries out to be heard, poetry that's news.”
Veja o site da City Lights Books:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...