Pesquisa Flecha Livros

domingo, 20 de setembro de 2009

A obra do escritor Aberto Mussa

Alberto Mussa, carioca, nascido em 1961 alcançou rapidamente com seus livros um posto de destaque na literatura brasileira. Seu primeiro livro mereceu um prefácio assinado por ninguém menos que Antônio Houaiss e elogios rasgados da importante revista de cultura BRAVO!, que o considerou na lista dos melhores lançamentos de 2005.Após seu primeiro livro, que foi uma edição paga pelo autor, Alberto Mussa consegui uma editora ( Nova Fronteira) que publicou seu segundo livro, “O Trono da Rainha Jinga” – que ele escreveu através de uma bolsa da Biblioteca Nacional. Segundo o próprio autor, “O Trono da Rainha Jinga”, não “aconteceu” na época de seu lançamento. Sem grande repercussão na mídia. Somente com o livro “O Enigma de Qaf” que Mussa ganhará notoriedade. Este último arrebatou os importantes prêmios literários Casa de Las Americas (do ano 2005) e APCA (de 2004). Após o que podemos considera a carreira de escritor de Alberto Mussa levantou voou. Seguiram-se ao “O Enigma de Qaf”, “O Movimento Pendular” e “Quero Ser Onça”. Novamente Alberto Mussa logra vencer dois importantes prêmios com “O Movimento Pendular” - Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional (2006) e APCA (de 2006).

Livros:

(os links abaixo te levarão a opções de compras dos livros)

* Elegbaralivros de contos -(Editora Revan 1997, Rio de Janeiro, nova edição: Editora Record, 2005, Rio de Janeiro) – consta na lista da Revista Bravo! dos melhores livros publicados em 2005

* O trono da rainha Jinga - romance – Mussa toma nesse livro a mitologia africana como inspiração para criar a trama (Editora Nova Fronteira, 1999, Rio de Janeiro, nova edição: Editora Record, 2007, ,Rio de Janeiro) – Bolsa da Fundação Biblioteca Nacional

* O enigma de Qaf - romancehistória baseada em lendas arábicas pré-islâmicas (Editora Record, 2004, Rio de Janeiro) – Prêmios: Casa de Las Americas 2005 e APCA 2004

* O movimento pendular - romance – a história universal (e transcendental, talvez, do adultério) (Editora Record, 2006, Rio de Janeiro) – Prêmios: Machado de Assis 2006 da Fundação Biblioteca Nacional e APCA 2006.

* Meu destino é ser onçaensaio/romance- aqui Mussa reconta uma lenda indígena (Editora Record, 2009, Rio de Janeiro).


Referências:

http://www.digestivocultural.com/colunistas/coluna.asp?codigo=2788

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...